Uncategorized

Mentiras

p


Pra começo de conversa, não me interessa nada sobre você. É daquelas pessoas que tanto faz. E nem a acho linda quiçá bonita. Por fora ou por dentro. Jamais tive vontade de beijá-la, muito menos seus pés, jamais, jamais.  Às vezes, ou melhor, sempre a desprezo e detesto em tudo o que faz. Não suporto mais esse seu jeito de falar, escrever, olhar, andar e de rir. É insuportável tudo o que você é. Esse seu provável mistério, sua manifesta bondade, a pretensa elegância de modos quando fala ou age são um fingimento grotesco. Ninguém é assim ou pode ser. Seus cabelos, sua boca, nariz, orelhas, corpo, altura e personalidade é tudo… tudo feio e desarticulado. Suas ideias são toscas também e suas letras todas banais. E quando você finge que não me enxerga, quando ri da minha cara, quando menospreza minha filosofia elevada, quando não dá a mínima para a minha vida; se vivo ou se morro, não ligo nem me importo. Nem tchum! Pare de pensar isso ou aquilo, mas será possível? Pensa demais. Seja como Einstein: Penso noventa e nove vezes e nada descubro; deixo de pensar, mergulho em profundo silêncio – e eis que a verdade se me revela. Dêeeerrrrr. Essas trivialidades nunca me ofendem ou magoam. Certo? Nunca, nunca, nunca. Jamais sinto sua falta quando você desaparece. Jamais senti falta de quando… de disso ou daquilo e de coisa que agora não vem ao caso, e que você pode pensar que vem. Coisas fúteis e inúteis. Aquilo tudo já esqueci completamente de tão insignificante que era. E, falando sério, você é bem burrinha! Também nem fiquei com medo que textos meus de ataques de nervos fossem ser interpretados por você como indiretas. Hahahahahahaha! Tanto melhor se pensar que eram. Na verdade, pra dizer mesmo a verdade, era tudo sobre você. Repito, não dou a mínima para o que você diz, escreve, pensa apesar de… Apesar de nada. Embora você pense que eu corra até você no menor sinal de fumaça, ansiando por um teco, um pedaço de trecho, ou qualquer símbolo grotesco, isso é fruto da sua imaginação fértil. Vá se tratar! Oras, por favor, por favor, faz mais de meses que não sei o que é que você anda dizendo ou fazendo por aí. Não ligo, já disse. Aliás, é tudo tão superficial o que você expressa, maquiadinho, fofinho, bobinho, tudo tão feliz esse seu mundinho. Você sempre tão sorridente, tão feliz, tão exemplar, tão ninini bebezinho. Deve ter arrumado algum macho. Certeza! Mas isso também não me importa nenhum pouco. Vá lá e beije essa coisa broxante, deve ser feio pra diabo. Tanto faz se for bonito. To nem aí pra nada disso. To nem aí para seus beijos, carícias, abraços, presentes e prazeres mil que você possa dar a um homem.  Duvido muito que possa dar. E desde já pare de pensar bobagens. Eu nunca me apaixonei por você, te amei e nem amarei. Está louca? Não dá nem pra dizer que gostei. Você me conhece e sabe que não minto. Adeus, seja, aliás, seja não. Não te desejo nada. É só isso mesmo, até nunca.


Anúncios

15 comentários em “Mentiras

        1. Exatamente, Joselita.(tomara que não tenha errado seu nome) Penso que quem não se afasta e continua falando e se lembrando, fingindo indiferença, está contando Mentiras. Tentando enganar a si mesmo ou aos outros. Excelente fim de semana. 🙂

          Curtido por 1 pessoa

  1. Sabe… nem sei o que dizer! É um turbilhão de sensações impossíveis de serem descritas. É tipo assim quando te pedem para falar sobre alguém que você ama.. Não é necessário palavras porque só com o brilho que surge no olhar e o sorriso bobo, dá pra sacar tudo. Entendeu eu? hihi. É Waldir L., você não existe, mas que bom que existe.. rs ^.^ *-* :* Lindo dia, fim de semana, texto e você.

    Curtido por 1 pessoa

    1. ➡ 😳 E me deixou também sem ter o que dizer, ou quase. Você fez uma poesia aqui, Linda. Mas agora estou confuso com minha existência inexistente. Ou seria inexistência existente? rsrs. Obrigadaço. 😀 E pra você também, Ma.

      Curtido por 1 pessoa

    1. Fortíssima. Não conheço, Cris. Aliás acho que falou em música não conheço cento e dois por cento do que você ouve. Já desejei fds excelente pra ti mas não custa desejar de novo. Abração.

      Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s