Humor

Como fritar ovo

egg-655327_960_720.png

Estarei de vez em quando postando receitas mostrando meus aprendizados de culinária e alta gastronomia. Hoje vai ser como fritar um ovo.

Primeiro de tudo: compre o ovo. Geralmente, você o encontra no mercado. Lá, você pode, segundo o CDC, comprar apenas um ovo. Mas é vergonhoso. Então, ajunte dinheiro e compre uma dúzia. Nem é tão caro, fiz pesquisas e o preço está bom.

Chegando em casa, considerando que você viva em uma casa, abrirá o portão e depois a porta, claro. Espero que você tenha uma frigideira, se não, volte no passo anterior. Ou empreste do vizinho. Unte a frigideira com maionese, depois leve ao fogo. Esquente até sair fumaça. Jogue na pia e lave-a. Eu acho que isso ajuda a não grudar o ovo, mas não tenho certeza. Se não ajudar, ferrou e vai grudar.

Feito isso, despeje óleo na frigideira, só um pouco, tipo um pouquinho. Aí esquente, pegue o ovo na geladeira ou na mesa ou onde tenha deixado, quebre levemente na beirada do fogão. Sem espatifá-lo. (Se tiver mulher perto, disfarce, elas não gostam que se quebre o ovo nos móveis da casa.)  Se der errado, basta pegar outro, você tem uma dúzia. Não se preocupe. Com as duas mãos, depois de quebrar levemente o ovo, você vai puxar a mão esquerda para a esquerda e a direita para a direita, enquanto segura o ovo. Tudo isso em cima da frigideira, um palmo acima dela mais ou menos. O conteúdo do ovo vai cair.

Há uma parte transparente que chamam de clara, e uma amarela que é a gema. Não sei se isso vem do latim. (Há um cara dizendo que, na verdade, nossa língua vem de uma outra dos fenícios, ou coisa parecida, que essa história de Latim é mentira. O nome dele é Fernando Almeida e o blog dele pode ser encontrado aqui). Se tiver um troço meio cinzento, está estragado. Mas se estiver bom, cuidado. Pode haver espirros de óleo quente. Por isso, incline suas costas e pescoço para trás durante o processo, e fique com os braços esticados, como naquela brincadeira cobra cega.

Se cair uma gota quente no braço, lave com água abundante. Sem esquecer do ovo na frigideira. Se nada acontecer, você pega uma colher e fica jogando óleo das laterais em cima da gema se quiser ela dura. Isso se parece com esvaziar piscina com baldes. Só que você estaria esvaziando dos lados pro meio e não pra fora. Nesse ínterim, pode lançar sal, aproximadamente um pouquinho. Que seria como um pouquinho entre os dedos, eu acho. Mas sem ser num local só do ovo, é preciso ir derramando um pouquinho em cada parte porque senão vai ficar uma parte salgada demais e outra sem sal.

Se ele grudar, sem ter como tirá-lo inteiro, tente ir pelas beiradas. É como tirar pneu de roda. Se ainda assim não der, você mistura tudo com raiva, e fará algo parecido com ovos mexidos. Não esquente, ainda dá pra comer. Esse prato, aliás, nós, homens, que começamos a inventar. Justamente quando tudo deu errado. Ao fim, jogue no prato e coma. Agora, arroz, feijão, salada entre outras coisas, não é comigo. Pesquise outro blog.

É só, Obrigado. E não desista. Nem de escrever. Quando faltar inspiração, leia isso daqui. Se um dia eu tiver tempo, desvendarei o segredo do ovo cozido. Depois de várias tentativas, ora tirando ele muito mole ou duro, consegui um tempo aproximado baseado em quantidade de água também aproximada, medida pelo tempo em que a torneira fica ligada lançando água numa panela média. Que são aquelas menores que as de arroz tamanho família, estas, por sua vez, bem menores que panelas da escola.

Anúncios

10 comentários em “Como fritar ovo

  1. …tá, mas falando sério agora… Este foi sem dúvida o texto mais besta e divertido que eu li desde que iniciei minhas aventuras neste tal WordPress. Eu gargalhei do início ao fim. E não é pra isso que servem as tragicomédias?! 😉

    Curtido por 1 pessoa

    1. Só de fazê-la gargalhar essa coisa valeu a pena. Estava quase desistindo das minhas receitas publicadas, mas agora acho que posso investir no ramo com segurança. rsrs. 😀 A. Tenha um ótimo fim de semana. Abração.

      Curtido por 1 pessoa

    1. kkkkkkkkkk. Cris, pois é, eu me queimei algumas vezes para entender. O crítico é que depois que um pinguinho de óleo quente cai no braço ou espirra na cara, perdemos a atenção para a iguaria por instantes que custam um prato saboroso. rsrs. Abração, Cris. Ótimo fim de semana.

      Curtido por 1 pessoa

  2. Só você mesmo pra pegar um ovo frito e fazer um texto desses! Isso é uma das coisas que gosto em você, vai da indignação ao “tranquilo” fritar de um ovo no virar da esquina. Coisa de escritor mesmo, esse olhar minucioso. Ri muito, precisava disso.
    Bjoo WLD 😀

    Curtido por 1 pessoa

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s