Crônicas · Poesia

Musa

640px-VelazquezVenues

Sua sensualidade tímida me nutre

A vitamina que me alimentará é sua saliva

A brisa da sua sedução é furacão

Sangue em ebulição corre em mim por você

Enquanto sinto sua fragrância de fêmea

Bêbado estou de você, tenha dó: Musa!

Não quero sua vulva, quero você toda

Quero empacotá-la pra presentear-me

Quero todos os poros e cada fio, cada pêlo

Cada mancha, cada pena!

Quero que seu espírito seja parte do meu

Possuo-a em pesadelos e sonhos

Em meio a mortos e ao fogo crepitante,

O inferno é mais bonito com você

Você é forte e sua força me fortalece

Você é frágil, quero te segurar

Você é um parque de diversões não um brinquedo

Sua ingenuidade é convite à posse

Sua intelectualidade me esvazia o ego

Suas roupas masculinas em você são femininas

Quero possuir-te inteira com sua mente

Fazer ela gemer depois das bocas

Pense em mim!

Sinta o peso enorme e leve da minha mão

Você quer a mim e ainda não sabe!

Precisa de mim e por isso se esgota

Sou eu quem você procura e já achou!

Entendo agora os brutos e seus véus

Há beleza que precisa ser escondida

Sob risco da hipnose coletiva e da perda da minha

Meu amor, meus direitos

Medo de te perder;

É a intensa admiração que produz machistas

Eu agora sou machista, quero você só pra mim

Você é indivisível, eu sou egoísta.

Não quero que mais ninguém a veja como vejo

Não quero que flutue por aí

Quero que flutue por aqui, seus pés só onde é meu

No meu cárcere tem tudo o que precisa

Faço-te um Taj Mahal pra você habitar viva

Dou-te um Jardim Suspenso onde quiser

Suspendo junto minha vida

Dou-te um castelo e um trono

Queira e terás, sou todos os súditos

Metade do reino, não!

Os reinos inteiros!

Pise em mim e faça o que quiser

Eu me vendo pra te comprar

Jogue a lira, Erato

Segure minha vida!

Pose na minha tela, Vênus!

Mas seja só minha!

Pintada seja aqui

Agora!

Anúncios

11 comentários em “Musa

      1. Concordo inteiramente com a Mia: o verso sobre o jardim suspenso foi simplesmente genial. Outra coisa, achei interessante que essa alusão à Babilônia, junto com a citação do Taj Mahal e do véu, dá ao poema um ar de Oriente, misturado às menções à Grécia (musa, Erato e Vênus) e a castelos e tronos. Talvez a propor que o amor, embora humano, esteja além das nossas limitações humanas, de espaço e tempo, porque transborda fronteiras e séculos. Excelente, como sempre.

        Curtido por 1 pessoa

  1. PS: até uma semana atrás, mais ou menos, a gente conseguia ler seus posts no “reader” do WP. Mas agora, não mais, só as primeiras linhas. O WP obriga a acessar a íntegra do post no blog. Foi intencional ou é mais uma dessas coisas do WP que nem Freud explica? rs

    Curtido por 1 pessoa

    1. Foi intencional, rsrs. Eu pensei que talvez com isso tivesse um retorno de leituras maior. Uma fuga do Facebookiano WordPress. Tanto trabalho fazer aquela coisa feia, kkkk. E o leitor menosprezando… abraço, amigo, Ótima tarde

      Curtido por 1 pessoa

      1. E surtiu algum efeito nas suas estatísticas? Posso chutar: o número de visitas e visualizações ficou mais próximo. Certo? Ganhei um Chicabom? rsrs, não precisa enviar pelo correio, rs. Abraço e uma ótima tarde pra vc também.

        Curtido por 1 pessoa

        1. É recente, mas desconfio que não dará em nada. Acho que faço essas coisas pensando que sou muito lido. Ou querendo ser na base da ditadura. É o ego inflado. Kkkkk. Sem conserto, caro amigo. Quem não lê no leitor, vai ler no blog de jeito nenhum, rsrs. Abraço, excelente tarde, Laércio.

          Curtido por 1 pessoa

          1. Esqueci de dizer, talvez caia um pouco o número, porque dependendo da conexão que a pessoa usa, por demorar muito para acessar a página, pode acabar desistindo. Mas cá entre nós, se o cabra desiste por um motivo desses, que tipo de leitor vc perderá? rsrs. Um forte abraço e uma boa noite, meu caro amigo Waldir.

            Curtido por 1 pessoa

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s