Artigos · Opinião · Religião

Ateus que fazem o bem vão pro inferno? (Republicação)

Muitos católicos dizem que evangélicos, os protestantes modernos, vão para o inferno. Muitos protestantes dizem o mesmo dos católicos modernos. Papas já mandaram uns aos outros para o inferno, através de “excomungos” mútuos. Protestantes fizeram o mesmo em várias denominações. Enfim, os ateus dizem ser os mais injustiçados, muitos ateus acusam todos os tipos de cristãos de os mandarem ao inferno, mesmo que façam o bem. Seria isso o que a Bíblia diz, isto é, a depender de tais ditos, todos nós iremos ao inferno?

Não duvido que o inferno estará cheio, mas não creio que o céu estará vazio. É certo que ninguém estará no céu pelas boas obras. Mas é certo que o inferno é de quem merece. Não tenho pena do diabo e de diabos. Acredito que falar que alguém vai ao inferno ou ao céu é pôr-se no lugar de Deus. Obviamente isso é sacrilégio. É erro pensar que obras podem salvar, obras podem certamente condenar. Mas o Juiz e Legislador é Deus. O problema vem da má interpretação quando Jesus disse: “Quem crer… Quem não crer…”

Levando ao pé da letra, posso cometer absurdos, genocídios, estupros, injustiças, adultérios, massacres e espancamento e, ir aos céus, porque creio. Os ateus podem ajudar vítimas de terremotos, doar seus pertences aos pobres, amar ao próximo, serem fiéis às suas esposas, honestos, íntegros e não sonegadores de impostos e, irem pro inferno, pois não creem. O criminoso da cruz também não estaria no Paraíso, não foi batizado não é mesmo?

É fato que Jesus resumiu o teor nesse texto. E crer em Jesus é crer na justiça, no amor e nas boas obras. Há muitas outras passagens que elucidam tais questões. O rico e Lázaro é uma destas. O rico poderia ser facilmente um pastor ou papa e Lázaro um ateu. Não há no texto nada dizendo que Lázaro era da Igreja Católica ou Protestante, elas nem existiam. Ele era apenas alguém jogado às traças. Há ainda outra passagem que me dá calafrios e deveria dar em todos os crentes. Jesus negando acesso aos céus a quem pregou, profetizou, curou e até ressuscitou em seu nome e dando acesso total a quem fez o bem sem nem saber a Quem. E os próprios perguntam: Quando fiz isso ao Senhor? Ou seja, eles nem sabiam que era pra Jesus que estavam fazendo ao tratar enfermos, pobres, miseráveis, esfomeados, sedentos e nus. Qual crente não sabe que é a Jesus que faz o bem? Só um ateu poderia fazer tal pergunta.

É claro que o assunto não se encerra nisso, mas até Paulo fala que havia gentios cumprindo a lei dada a Israel sem nem saber que havia lei, usando somente a consciência. O que, aliás, muitos ateus afirmam: não precisamos da lei pra saber o que é bom. Em suma: estão dizendo, a lei está na mente. Enquanto Israel sabia a lei, tinha ela na palma das mãos e não a cumpria. Mas há muitas passagens bíblicas afirmando que quem não crer em Jesus não herdará o reino dos céus? Sim, há. Mas quando Jesus se manifestar, haverá algum ateu? Não cabe a mim ou a qualquer cristão dizer quem irá pro inferno, pro céu ou não. Não somos Deus. Cabe a nós dizer. Não sabemos nem se vamos, que dirá os outros. Ou, só sei que nada sei. Quem decide isso não são cristãos, nem ateus. Mas Deus!

Que disse? Que ateus vão aos céus? Não. Disse que crentes podem ir ao inferno, todas as vezes que quiserem ser Deus. Uma coisa é certa: houve algo que Jesus não perdoou, e esse algo veio dos maiores “religiosos” de seu tempo. Dos quais havia compreensão total da identidade de Jesus. Viam os milagres impossíveis todos os dias.

Publicado originalmente no Recanto das Letras em: 02/05/2015

Anúncios

22 comentários em “Ateus que fazem o bem vão pro inferno? (Republicação)

  1. Muito bom o texto. Creio em Deus, mas discordo com essa mania que algumas igrejas tem de dizer que só os seus membros serão salvos. A decisão não é e nunca será deles. Se fosse só crer seria fácil, mas e o que se faz fora da igreja?
    Abraço!

    Curtido por 1 pessoa

  2. Concordo contigo querido amigo Waldir. O grande x da questão é muitos colocarem-se no lugar do Pai. No entanto, o primeiro mandamento é claro: “Amar a Deus sobre todas as coisas”; temos o livre arbítrio e seremos julgados por nossas atitudes, pelo amor, sentimentos e pensamentos, em suma, seremos julgados por nossa alma.

    Curtido por 1 pessoa

    1. Certamente, querida Mayara. Penso como você nesse aspecto, sobre o mandamento. Mas João, permita-me apenas discorrer, fala acerca do amor que devemos aos homens. Isto é, devemos amar a Deus nos homens a quem vemos, pois, se não amamos eles que vemos, como iremos amar a Deus que não vemos? De certa forma, um ateu, mesmo não acreditando em Deus, mas que ama seu semelhante, está a amar a Deus, ainda que inconscientemente. Mas concordo com tudo o que você disse e, a rigor, creio que o que estou dizendo é o que você disse com outras palavras. Um forte abraço, querida amiga. Ótima semana. 🙂

      Curtido por 1 pessoa

  3. Isso é um problema. Eu não posso sumir assim desse jeito. Você produz indefinidamente. rsrs Saudades de você. Agora é que tenho o que ler. Agora estou correndo pois vou trabalhar, mas tinha que comentar.
    Amei seu texto e definitivamente, não acho que vá pro céu, mas também não me vejo no inferno…bem, o que eu sei? Sei que meu melhor amigo é ateu (graças a Deus) de carteirinha e crachá, no entanto, é uma das melhores pessoas que conheço. Não se intimida e nem discrimina se tem que fazer o certo. Não se detém por nada e admito, que ele é uma das muitas razões pelas quais nunca consegui seguir uma religião, seja ela qual for. Eu explico, não me considero ateia, estou mais pra ecumênica se pensar bem, mas não é esse o caso. Andei e estudei um pouquinho de várias coisas, conheci muitos crentes (todo aquele que crê, não me refiro aos protestantes apenas) e vi e ouvi tanta gente que, por crer, tinha a certeza de algum tipo de imunidade perante Deus. Achar que falar mal ou não ajudar ou mesmo não atrapalhar, estaria bem pra eles, pois eles creem, então pode tudo. Claro que não eram todos, mas vejo muito isso, uma propriedade no falar e agir conferida por eles mesmos que chega as raias da arrogância. Do outro lado, sempre vi um ateu com o maior coração que já vi em uma pessoa e nem desconfia disso. Pensando bem, foi mais de um… Tinha minha mãe e meu avô, ambs muito religiosos, católicos até a bordas e um pouco além, mas não gostavam de frequentar igrejas. Minha mãe ainda entrava, meu avô nem passava na calçada, rezava do outro lado da rua…vai entender. Obviamente, minha criação foi católica e creioem muitas coisas, mas nunca em tudo.
    Eu, particularmente, nunca conseguiria ser ateia, eu realmente creio, apenas não confio em regras que foram modificadas ao longo do tempo, por Deus sabe quem e com que propósitos. Creio no que vai no meu coração, na minha intuição e procuro ouvir quando Deus fala comigo. Não acredito que Deus seja propriedade de algum sacerdote e que apenas ele tenha o dom ou o privilégio de ter essa conversa. É, antes de tudo, um ser humano como eu, sujeito a tantas falhas quanto eu. O mesmo digo de templos, igrejas, sinagogas, mesquitas, terreiros, o que seja. Existem alguns nos quais me sinto bem e outros onde sequer consigo entrar. Então, prefiro fazer minhas orações na natureza, que pra mim é o maior templo que já vi e onde sempre me sinto bem. Também gosto de faze-las eu um outro templo, meu corpo. Rezo em mim mesma e falo com Ele no meu coração. Não sou perfeita e gostaria muito, de verdade, de encontrar algum livro que me cativasse o suficiente, mas não consigo. Eu sempre vou contestar.

    Amei e desculpa o texto xigante, é que eu tava com saudades. rsrs
    Agora você me conhece mais um pouco e vai entender mais algumas das minhas razões. Estou, sempre que possível, aberta a novas experiências…quem sabe algum dia né?
    Desculpa se houve muitos erros, mas estou correndo agora.
    Mil beijos 😉

    Curtido por 1 pessoa

    1. Minha querida amiga Patrícia. Não se preocupe com erros, ou terei que me preocupar com os meus na sua página. Que devem ser milhares. E esse comentário é um verdadeiro presente. Mas eu acho que sinto mais saudade. Nisso você não ganha. rsrs. Não imagina o prazer de poder conhecer mais de você. É fascinante. Linda mensagem interna tem esse comentário. Fez-me pensar muitas coisas. E é incrível, há nele uma forte poesia. Rezar na natureza, o sentir Deus no seu interior, você traz consigo algo muito precioso que é essa visão do todo. Da compreensão do diverso. Não à toa que consegue ser admirada por cristãos como eu e ateus como seus amigos íntimos. Enfim, uma pessoa maravilhosa e encantadora, com uma história comum mas uma mente brilhante. Obrigado por compartilhar tudo o que vai acima com este seu amigo. Fiquei realmente lisonjeado. Ainda mais por saber que abriu mão de seu tempo tão corrido para isso. Acredite, não vou me esquecer. Sobre o seu comentário, nem vou dizer que divirjo disso ou daquilo, pois o que aí está é uma síntese do que você é, e não cabe a mim concordar ou não, a aceito do jeito que você é, imperfeita como todos nós. Mas cativante como poucos. Não vou aqui pedir que você modere as leituras aos meus textos. Não seria sincero. Quero que leia todos. Um beijo, de seu amigo que te preza.

      Curtido por 1 pessoa

      1. Obrigada por tudo o que disse sobre mim, eu é quem estou lisonjeada, na verdade emocionada se aplica melhor aqui. Em outro blog, poderia ficar com receio de dizer como me sinto sobre um assunto tão polêmico, mas com você me sinto, realmente, a vontade pra comentar e dizer o que vai aqui dentro. Estava e ainda estou correndo aqui, agora são documentos que preciso colocar em ordem e revisar. Não tinha como não vir dar uma olhada em você antes e acabo encontrando essa resposta tão linda.
        Tinha que vir de você né!?
        Então, é assim que eu descobri minha religião. Sempre fui o tipo “expulsa na aula de catecismo” rsrs eu até gostava, mas nunca respondiam minhas perguntas, então me calei e deixei rolar até conseguir a bendita hóstia. Fiz até a crisma, era legal, mas não me convencia. Percebi que era questão de ter ou não fé, como não confiava muito no que me era imposto, procurei em outros lugares o que só encontrei em mim. Quero dizer que se não consigo trabalhar a fé dentro de mim, não adianta procurar por ela fora. É difícil explicar, mas sei que entendeu.
        Mente brilhante hein!? Rsrs quem me dera, brilhante é você e tenho testemunhas disso.
        Deu pra matar um pouquinho só das saudades agora, mas volto logo logo.
        Mil beijos meu amigo querido.
        P.S.: Não abri mão do meu tempo, apenas ganhei. Então, obrigada por isso. 😉

        Curtido por 1 pessoa

  4. Interessante a preocupação dos ateus com sua condenação ao inferno. Ora, quem é realmente ateu deveria encarar essa condenação como absolutamente impossível…
    De qualquer modo, a parte final diz tudo: para Deus, negar Sua existência talvez seja pecado menor perto de outros tantos. P.ex., li hoje de manhã que o mui piedoso Boku Haram queimou crianças vivas na Nigéria. Com fiéis assim… enfim.

    Curtido por 1 pessoa

    1. Também acho interessante. É claro que a maioria não liga. Mas é estranho que alguns se incomodem se não acreditam. De fato, eu ficaria preocupado se esperasse justiça por aqui. Se não acredito numa punição além vida, não sei como eu poderia lidar com tudo o que jamais será solucionado por aqui. Como esse caso das crianças queimadas. Isso é uma abominação inominável. Não dá nem pra começar a raciocinar com esse tipo de informação. Mas se eu não acredito no Juízo Final e tivesse provas concretas dele, falo de mim e não de outros. Não sei se continuaria a olhar pra isso e desejar viver num mundo desse. Enfim, forte abraço, amigo.

      Curtido por 1 pessoa

      1. É, meu caro amigo, pergunto-lhe, à luz do seu comentário e de sua resenha sobre o Islã sem véu, o que será que Alah prefere: um ateu que toca sua vida ou um fiel que queima crianças vivas?
        Abraço.

        Curtido por 1 pessoa

        1. Olha, pergunta complexa, caro amigo. Se você tivesse falado Deus. Eu nem precisaria responder. Mas, definitivamente, não creio que Alah seja o Deus em que ambos acreditamos. Nesse caso, não Alah, mas os que fizeram tal monstruosidade, claramente estão a dizer que é o que ele prefere . E dizem ter provas contundentes… Como não acredito em Alah nem em Maomé, acho que o primeiro não prefere nada. Embora muitos digam que esse nome quer dizer apenas Deus, eu acho que não serve pra nós, porque quando falamos Deus, apesar de usar o mesmo termo, estamos a pensar naquele que mandou seu Filho à terra e que foi Crucificado e Morto e ao 3º dia ressuscitou e está à direita de Deus. Mas para Alah, Jesus nem crucificado foi. Então… Abraço.

          Curtido por 1 pessoa

  5. Olá grande WLD ! Vixi, que cruel destino o meu! Acaso o Senhor me perguntar quando à frente DELE eu estiver, se eu mereço o céu, e estar no Paraíso, prontamente responderei que não! Se ELE me questionar… É o inferno então? Também responderei que não! Pobre de mim, tão pouco, tão nada frente a essa avassaladora vida louca, cheia de percalços, meandros, atrativos, cheiros, sabores, cores, desejos, bondades, maldades, paixões, cupidez, maciez feminina (valha-me Senhor, eis que sou tão fraco aos apelos da carne), olhares femininos (eu daria propriedades e mais propriedades uma após outra, a troco deles), coxas, pernas, seios, bocas, b….. e…….. ah! pulemos esta parte! Que martírio não tê-las todas. ..”perfume do oriente, alcovas de cetim…um beijo um riso ardente…o paraíso enfim. Amores, juventude, mulheres …alegria…a vida inteira passa…em louca fantasia!” E os arranhões, as unhadas delas nas costas da gente???!!! As mordidas no peito???!!! Deus do céu!!! Como? Como posso eu, relés mortal não atender a estes apelos!!!??? E as vozes delas…sussurrantes, gemidas, entrelábios, assopradas, maliciosas???!!! Sei, sei…estou vendo este olhar severo de críticas ao meu comportamento libertino!!! Estou vendo!!! Ái…mas que delicia ser libertino!!! Como é bom ser libertino!!! Que coisa boa é ser libertino!!! E as libertinas…perfumadas, cheirosas, dengosas, gatinhas, tigresas, lábios vermelhos, bocas que insinuam prazeres pecaminosos proibidos em todos os livros religiosos existentes, em todas as línguas… Linguas!!!??? E as linguinhas delas, saindo das suas “buca rosa”, molhadas, úmidas, atrevidas e doces… Aaahhhh !!! Como uma mulher é doce! É mel! É embriagante, tonitroantes e atordoantes… mágicas, sensíveis, enroscáveis na gente feito serpente… E quando coxas nos dão aquela chav… de co…. é…aquela mesma! Quando acima de nós enroscam em si mesmas seus dedinhos maiores dos seus pés fazendo aquele arco do “deus-nos-acuda”, o arco do triunfo e nos falam com aquela voz rouca… VEM! FAZ AGORA !!! “Prazeres…sócios meus e meus tiranos… Esta alma que sedenta em si não coube… no abismo vos sumiu nos desenganos!!!… Valha-me Óh defunto Bocaje, que tão desesperadamente, igual a mim, proferiu estas palavras…
    Taí… estão vendo!!!??? Entenderam a minha dificuldade??? Então…se não fossem as EVAS do mundo, a gente ainda estaria no céu! Não…mas ficam enfiando na boca da gente maçãs e mais maçãs, saborosas, deliciosas, chamativas, aconchegantes, tépidas, cupidas, amorosas… Nossa!!! Já sei WLD, já sei, já sei, já sei que assim não vou pro céu!!!
    “E neste instante,
    antes que a morte
    a luz me roube…
    Ganhe num momento,
    quem perdeu anos…
    Saiba morrer…
    Quem viver não soube…”
    Óh! Bocage, falecido irmão meu de outras eras… Sábias estas suas palavras… O irmão teu aqui está… ensina-me então..como se morre…se é que o irmão tão libertino quanto eu…aprendeu!!!
    Nossa… como é difícil ir pro céu…

    Curtido por 1 pessoa

    1. Perfeito comentário, caro Athos. Detenho-me num ponto. Por exemplo, a questão do olhar mulheres. Veja bem, não quero criar uma polêmica aqui gigantesca, mas dar uma olhada só pra admirar seria um pecado muito grande? Ouvi por ai que Gandhi dormia com algumas peladas com a intenção de não fazer nada para testar sua resistência, e eu não soube se ele conseguiu. Muitos poderão dizer, mas você consegue admirar sem desejar possuir, como alguém que olha uma flor? Bem, é um assunto escorregadio pois quando acho uma flor muito bonita quero logo arrancar e cheirar, de tal assunto e contradições, preferível é deixar pra lá, não é mesmo? Desisto, falo de outra coisa, como, por exemplo, das mulheres. Elas são realmente um grato presente para nós. Mas esse seu comentário deve caber no gênero masculino como um todo, ou não, rsrs. De fato, acrescentar algo a ele é desnecessário. O melhor é deixar aí, e se pudesse editava o autor: Em vez de Athos de Alexandria trocaria por Cuecas e Cia. Ah, e já ia me esquecendo, é de uma poesia sem igual, querido amigo. Obrigado por isso e ótima semana.

      Curtir

  6. Gostei do texto Waldir. Não gosto de entrar nessas questões exatamente para não julgar a ninguém, nem oferecer qualquer juízo, porque sou só mais uma pecadora. Entretanto, o caso dos ateus penso que é um caso a parte, é um caso de respeito, por parte de Deus da decisão que uma pessoa tomou. Conheço alguns ateus (pessoas que na verdade tenho bastante respeito e apreço). Deus deu a cada um de nós o livre arbítrio, se uma pessoa desenvolvendo sua capacidade de escolha (livre arbítrio) decidiu livremente não acreditar em Deus, no seu amor e na sua justiça, creio (e aqui digo que se trata da minha opinião), creio que Deus seria um tirano se a obrigasse a viver a eternidade ao seu lado. Se uma pessoa não quer receber o amor de Deus, Deus não vai obrigá-la a isso, não vai obrigá-la a viver eternamente na presença de alguém que ela não ama. 🙂 Porque Deus amou o mundo de tal maneira… “que aceitou não ser amado por ele” (Claudinenses 5.1 hahahahahah)

    Curtido por 1 pessoa

    1. Perfeito, cara Claudine. Também conheço alguns ateus que são pessoas excepcionais. Aqui mesmo já percebi alguns. Que sofrem pela humanidade e querem ajudar. Realmente, o julgamento está além de nossa capacidade. E ninguém tem condição imutável, tudo se transforma. Um religioso poderá ser um ateu amanhã e vice-versa. Alguns ateus dizem que usamos Deus como muleta para dissipar nossos medos. Eu perguntei uma vez a um ateu se ele achava ser mais fácil acreditar em Deus depois de ter sua filha assassinada e estuprada juntamente com a mulher ou desacreditar. Nunca recebi resposta. Não quero dizer com isso que é fácil ser ateu ou coisa do tipo. Mas pra quem diga que é fácil crer em Deus, ou que quem crê só o faz porque está com medo da morte, a esses eu procuro responder assim. No entanto, esses textos são republicações. Escrevi-os em outra época e em outro contexto. Não sei se me aventuro mais nisso. Publiquei este porque o citei em comentário e um colega manifestou interesse em ler. No momento, estou mais a pensar como você e alguns outros. Deixar pra lá. Abraço, cara amiga. Ótima semana.

      Curtido por 2 pessoas

      1. Não Waldir, não deixe pra lá. Essa sou eu, não você. Continue escrevendo com essa tua determinação e entusiasmo tão característico. É teu estilo e me parece ótimo e apropriado. Além disso, não ofendeste a ninguém com essas palavras, foram muito equilibradas. Continue assim. Grande abraço da tua amiga brasileira perdida no outro lado da vala hehehe

        Curtido por 1 pessoa

  7. Sim, não podemos julgar, não foi isso que nos ensinou Cristo. Quando julgamos estamos nos colocando no lugar de Deus mas as pessoas confundem julgar e ensinar , afinal o que fazia Pedro, Paulo, Estevão, Lucas etc? Não era ensinar? Fora os ateus que não creem, os religiosos ensinam, passam adiante suas “verdades” porque quem ama quer ver o bem, mas nada é tão simples devido a não existir apenas uma religião e além de haver várias o protestantismo se dividiu, cada um com suas verdades.
    Agora, vamos pensar o seguinte: Se há um Deus, se há céu e inferno se Cristo existiu (ainda existe) por que não ler a Bíblia ou orar de coração, com ele aberto de verdade pra ouvir a VERDADE e não aquilo que queremos ouvir? Por que não buscar Deus de verdade já que existe varias religiões e acredito que em cantares de Salomão que muitos leem materialmente e não espiritualmente, ele fala não só do amor dele por uma mulher mas do amor do esposo Cristo, pela Sua igreja, a eleita a pomba e é lá onde vemos que muitas são as rainhas, as virgens sem numero as concubinas , mas uma só é a pomba, a imaculada… São muitos caminhos mas todos levam a perdição e um caminho leva a salvação e por que? porque a porta não é larga, a porta é estreita. E por ser estreita não é tudo que a carne pede que podemos fazer. Também não devemos esquecer que somos carne e sujeitos a carne, porém, acredito que Deus se agrada daquele se esforça em agrada-lo e não daquele que não tá nem ai pra nada, esperando envelhecer pra ser alguém mais espiritual.
    Ora, se há uma pomba, eleita ,pura, leiam a Bíblia com o coração aberto as verdade de Deus e não suas e ali se achará a verdade. (menos os ateus) a não ser que eles cogitem a possibilidade de Deus existir. Bom, alguns dizem que a Biblia é fantasia, conto da carochinha, mas eu pergunto: se realmente Deus existe Ele nós deixaria sem uma saída, sem saber nada, ignorantes? Acredito que não e embora até a eleita tenha dentro dela o joio e o trigo, é no trigo que devemos nos mirar e no dono da Obra, Cristo. No novo testamento a partir de Atos dos Apóstolos vemos que a eleita não paga dízimos, tem ordem e decência, é casa de oração e louvor e não palco de shows , nem comércio, não ora em pé como os hipócritas nas praças para serem vistos pelos homens
    Acredito que Deus não e Deus de injustiça, Ele sabe o que faz, Ele deu a possibilidade do ladrão na cruz arrependido se salvar, pq creu, não tinha obras, mas creu. Acredito também que não deixa ninguém enganado, apenas quem quer se enganar. Quando uma alma tem sede e fome de salvação, ela encontra a salvação. E no final das contas a Bíblia nos ensina: não se deixe enganar porque até mesmo satanás pode se transformar em anjo de luz e enganar a muitos. Por que isso? porque olhamos carnalmente, olhamos o que falam, o que pregam o que mostram das suas “boas obras” e não enxergamos o espiritual , ela também nos ensina a não tocar trombeta quando fizermos nossas caridades, mas, o que o homem mais quer é ver o atos de caridade e a santidade do outro se não vê ele é incapaz de achar que aquela pessoa merece o céu. Ela também nos ensina: provai e vede se os espíritos provém de Deus porque há muitos enganadores, falam linguas estranhas ( que foi um sinal de Deus para com os cristãos) mas nem toda linguagem é de Deus. E ai eu pergunto: estamos nós aptos a saber quem é realmente sincero, quem pode se salvar mesmo com suas fraquezas e imperfeições?
    Notem que há uma passagem que diz: Em verdade vos digo que os publicanos e as prostitutas vos precederão no Reino de Deus” (Mt 21, 31) Por que? Quando se arrependerem, creio eu, e mesmo que seja por pouco tempo conforme a parábola dos trabalhadores, eles farão obras dignas, coisa que muitos religiosos com 40, 50 anos de caminho não chegou a fazer, pq pra Deus não são os anos e sim a fé, as obras, a caridade e tantas coisas em jogo mais do apenas batismo e crença.
    O que fazemos nós na Congregação ? Somos repreendidos , somos ensinados, somos abraçados e consolados por Deus e se mesmo assim, não aprendemos, se mesmo assim nos tornamos piores que salvação teremos? Salvo, como disse Paulo: seja a carne entregue a satanás, para que a alma tenha salvação, mas temos que ter em mente que horrenda coisa é cair nas mãos do Deus vivo!
    O certo é que não conhecemos ninguém, mas a palavra de Deus julga, todavia, acredito que se nosso preconceito for maior do que o amor, fica difícil Deus nos usar pra evangelizar, ou pra qualquer coisa .
    Desculpe o texto longo!

    Curtido por 1 pessoa

    1. Sem problemas com o texto longo, Cris. Sua opinião é muito bem-vinda. Obviamente é uma reflexão que vai longe, para além da proposição do texto que trata em suma de algo que não nos pertence, que é o Julgamento Final e a Decisão que só cabe a Deus, quanto ao destino de cada ser. Se ateu ou não, se cristão ou não, se falso ou não, enfim. Deus conhece os segredos de todos e o coração de cada um. Coloco em foco uma das suas questões, o que fazemos na congregação? Creio que nada se sairmos de lá achando que sentar aos domingos ou outros dias da semana num banco confortável com ar condicionado e cantar alguns hinos é servir a Deus. Servir a Deus é muito mais amplo de significado que frequentar a Igreja e ir a cultos orar. Orar e cantar qualquer um pode fazer até mesmo em casa. A Palavra ensina e repreende, mas ela está toda disponível não somente na Igreja, a qualquer momento. Há é claro uma recomendação para que estejamos junto louvando a Deus, mas essa recomendação é para nós tentarmos a união do Louvor a Deus. Sobre Julgar e ensinar a distância é muito longa. Porque Paulo e os demais pregavam e depois muitos se convertiam. Ponto final. Iam para outros lados. Há evangelistas que não aceitam que outros não se convertam. E ficam ali a ameaçar com o inferno e pragas mil. Mal saem dali já estão xingando esposas, espancando os filhos e coisas piores. Ou enchendo a paciência dos ateus com pregações intermináveis e ameaças do inferno entre outras. Não percebem que só afastam e dificultam a aproximação de pessoas que poderiam até crer, mas por causa da arrogância, acabam não crendo. Todas as igrejas têm algo de errado. Embora eu pertença à Congregação, ela só tem um século de vida. Se fosse a única, nem saberia quantas almas teriam se perdido. 1900 anos, e até Paulo por não ter sido ancião da CCB estaria condenado ao inferno. Mas é claro que você não pensa assim. Que é a CCB a certa e que salva. Se pensar também, é uma opinião que tem direito. Eu realmente não penso. E enxergo muitos erros nela e em todas. Todas instituições que estão tentando acertar, mas que constantemente erram. Eu não menciono nem mesmo de que igreja sou. Porque não me vejo sendo de igreja. Me vejo sendo cristão e frequentando cultos com cristãos. Nesse aspecto, se não fosse na CCB, seria na Presbiteriana, na Assembleia ou outra semelhante. Tendo em vista que elas nada mais são que centros de união para louvar a Deus em conjunto, e que o que importa é Cristo. A única coisa que quero é distância do farisaísmo. Do tacar pedras, quando a mão está pesada de pecados. E por isso produzi esse texto, para que eu mesmo não julgue ninguém. Abraço, ótima semana, Cris.

      Curtido por 1 pessoa

  8. Waldir, como disse Paulo , não fiquemos nos primeiros rudimentos…É isso, nós estamos sempre aprendendo , note que décadas passadas a CCB ou melhor, os anciães, cooperadores enfim, não tolerava uma saia curta, se houvesse calúnia era sentado, tirava-se a liberdade se pintasse o cabelo ou alguma vaidade … Isso mudou muito e por que será? Por que além de Deus ter dado o discernimento, a casa de muitos caiu e quando é a sua casa que cai o calo aperta e doi mais. Fácil julgar a casa dos outros, os filhos , esposas e esposos dos outros, difícil é quando acontece dentro da sua casa.
    É por isso que acho que você encontra alguns erros na CCB, mas veja, eles estão mudando e mudando muito. Eu, com 22 anos de caminho já percebi isso. Não, não acredito que só quem está na CCB se salva, mas acredito que ela está mais próxima da primitiva, da que fala a Bíblia. Somente cego não vê que o dizimo não é necessário e se Cristo disse: 1 Na verdade, na verdade vos digo que aquele que não entra pela porta no curral das ovelhas, mas sobe por outra parte, é ladrão e salteador.
    Tornou, pois, Jesus a dizer-lhes: Em verdade, em verdade vos digo que eu sou a porta das ovelhas.
    Todos quantos vieram antes de mim são ladrões e salteadores; mas as ovelhas não os ouviram.
    Se foram chamados por Ele de ladrões imagine esses que comem a lã das ovelhas hoje sem dó nem piedade a pretexto de grande recompensa. A salvação não foi e nunca será comprada.
    Não batemos de porta em porta pq ta lá escrito . Não oramos em pé , até Cristo ajoelhava, não temos cantores gospel e nós estamos vendo o que anda acontecendo no mundo gospel, não damos oferta nenhuma para o outro saber e nos humilhar ou exaltar caso seja pouco ou muito, tem ordem, decência (embora as vestes não andam condizentes ultimamente mas acredito que o dono da obra fará o que for necessário) Temos a revelação da palavra que fala até do que pensamos com Deus e Ele nos responde sim. Tantas coisas que os defeitos que lá tem devido a falha humana não questiono. E sim, sentar nos bancos aos domingos e só assistir um culto não nos faz cristãos. Mas até isso quem julga é Deus porque só Ele sabe o que cada um faz em oculto e não anda tocando trombeta pra ser visto como bom cristão.

    Curtir

    1. Olá, Cris. Certamente que estamos aprendendo. No entanto, não acho que se trata de ficar nos primeiros rudimentos, pelo menos não no meu caso. Deles já saí há algum tempo. E eles eram responsáveis por variados preconceitos e conceitos errôneos como o fundamentalismo movido por placas denominacionais. Não acredito que as mudanças que cita foram por aumento de discernimento dado por Deus, pelo que acompanho, foi por medo de processos mesmo, que aliás, tiveram em grande escala pelo país, obviamente, que isso foi um tanto silenciado. Como é em várias outras denominações. A respeito da aproximação com a Igreja Primitiva, creio ser erro de observação seu. A Igreja primitiva nem mesmo tinha templo. E era completamente ilegal. Suas reuniões sempre se deram nas casas em grande maioria. Templos vão existir muito tempo depois. A respeito do dízimo, já manifestei contrariedade. Escrevi até artigo sobre isso. Mas compreendo que toda a instituição que possui templos e obras sociais precisa de dinheiro pra manter-se. Com a nossa não existe o dízimo, mas existem as coletas. Ou seja, se é dez por cento ou vinte, ou cinco, dinheiro precisa entrar, ou não existem. Alguns chegam a dar o salário todo. E a Congregação é uma das mais ricas do país, uma das que mais têm templos, ou seja, parece que o modelo de coleta é mais rentável que o dízimo, ou tanto quanto. Mas o uso do dinheiro também está equivocado. Todas as coletas da igreja primitiva eram pra socorrer irmãos pobres e até que passavam fome. A maior parte das nossas está sendo usada para construções, algumas completamente desnecessárias e com orçamentos exorbitantes. Cristo disse sobre salteadores. Mas nem todos são. E trechos bíblicos não podem ser retirados do seu contexto, ou só servem de pretexto. Ele também disse aos discípulos para deixar os outros pregarem em seu nome. Pessoas que ele nem conhecia e que os discípulos queriam proibir. Hoje, muitos estão empenhados em causas justas. Aliás, muitos de outras denominações estão na África e Oriente Médio cuidado de doentes. O que é dificílimo com membros ministeriais da CCB, que quando tal fazem, é quase sempre por conta da Igreja, jamais do seu próprio bolso. Sobre bater de porta em porta, acho que você novamente se equivoca. Há adolescentes de outras denominações pregando o Evangelho. E pregar o Evangelho é mandamento de Jesus. Quanto a orar de pé, ajoelhado ou deitado, isso vai do coração de cada um. Eu só oro ajoelhado. Mas sei que pode haver oração sincera de pé. Quem sou eu pra julgar? As orações são a Deus não a mim. Nós não temos cantores gospel. Mas no Youtube está cheio de cantores lá da CCB. Alguns fazem ajustes para o sertanejo, outros para o forró, enfim, só não ganham dinheiro. Mas não tenho certeza se não ganham porque não querem ou porque não conseguiriam por muitos deles serem péssimos cantores e músicos. Eu não concordo com o Gospel, mas já vi muitos serem tocados por músicas gospel e passarem a orar, freqüentar uma igreja e hoje estão felizes, tentando servir a Deus. Novamente, quem sou eu pra julgar se estão certos ou errados? Sobre a participação no culto, cada qual sabe do seu coração, o que eu disse é que de nada adianta ir à igreja se saindo dali age como monstro. E com certeza há muitos assim. Isso não é nem julgamento, é constatação. E são esses que procuram julgar todos os outros, desde os que estão na igreja ou fora dela. A rigor, não sei como chegamos nessa conversação com um texto que falava sobre ateísmo, ateu e inferno. No entanto, procurei dar a importância devida à sua opinião aqui. Eu nunca disse que sou bom cristão. Não sei nem se posso me chamar cristão, ao observar cristãos históricos, vejo que estou bem distante do exemplo deles. Mas uma coisa busco. Viver sem atirar pedras. Abraço, Cris. Ótima tarde e noite.

      Curtido por 1 pessoa

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s