Crônicas · Pensamentos · Poesia

Passou, mas não passa!

Figura1

Por que estavas triste? Ainda estás? Bem sei…

Teus olhos cabisbaixos levantados por um impulso contemplaram os meus e os tornaram teus.

Passavas e não passou. E alguns ainda se perguntam se Deus existe enquanto eu decreto: Se Deus não existisse, como existirias Tu?

Tua face bem como teus fios milionários bagunçados, tua boca curvilínea em que acima resplandece pequena e admirável trave enfeitada meticulosamente por minúsculas gretas onde passa a essência que faz nascer esse movimento sem mover nestes dois globos pretos com inesquecível brilho intimidador-acolhedor.

Triste, iluminado, apaixonante, pedinte, sedutor, ingênuo, piedoso, alegre por alegrar com a tristeza que tão triste alegra.

Porque nesses tempos a tristeza não é triste como a tua.

Passando criou linhas de grau inclinado invisíveis e indivisíveis que fizeram-se cruzadas a eternizar sua passagem que nunca mais passa.

À tua frente, lados e trás o que um poeta chamaria pedra e que eu chamo de vidro do teu caminho agora nosso. Não era no meio nem no fim ou no início, mas caminhando com o caminho, alcançando todas as pontas dos espaços e da minha mente enquanto sumia para caminho algum e desconhecido que conhecido foi. E ainda que no meio fosse e estivesse o que metade fora e estivera chamaria total e todo o resto o vazio.

Não era acaso que voavas, flutuavas, anjo foi és e serás mesmo sem asas que teus olhos são por fazer voar a mim. Não viajaria a prazo pro inferno, porque só no céu te encontraria. Pro inferno as infernais, aos céus as celestiais!

O que tentam sem conseguir consegues sem tentar: sendo! Das misturas de pós, soluções, cores, odores e mostras de entrâncias e reentrâncias pelo pouco tecido com horas perdidas nos reflexos da carne deste-me o que isso nunca deu ou pode dar, um reflexo da alma tua que iluminou alma minha. Num olhar genuinamente feminino; de mulher que não produto e pacote com laços do engano.

Se soubesses que por onde passas nunca mais passas, darias um sorriso que não passaria? Déste. Se tua tristeza é assim tão alegremente triste, como será tua felicidade? Só posso imaginá-la e vivê-la mais feliz que a própria.

Vejo já nus teus pezinhos enfeitados com coisa nenhuma senão a própria nudez nua e crua deitados em minhas mãos igualmente nuas mas tuas tendo como fundo a garoa que escorre gotas lentas por uma janela qualquer envidraçada enquanto olho-te encarando estas duas portas redondas e negras que me conduzem ao desejo insuportável de nada mais querer a não ser ficar hipnotizado enquanto toco teus dedinhos até que o mundo não seja mais mundo e a eternidade seja eterna e eu não seja mais nada, morrendo tendo sido tudo e imortal.

Palavras?, que a boca não consegue dar, mas que só teu espírito diz-me por estas bolas transeuntes.

E, depois que passaste, todo o resto passa! Porque tudo resto é. Da que três queria quatro me desfiz para te-me dar a única que importava.

E você passou e nunca mais passou. Passarás?! Ainda que passes de novo, de novo e de novo e de novo, continuará de novo sem jamais passar!


Anúncios

13 comentários em “Passou, mas não passa!

  1. Wld, que coisa mais lindaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaa!!!! Li pelo menos três vezes e ainda fiquei na dúvida se isso tudo foi você mesmo quem escreveu, não por duvidar de sua capacidade não, jamais, mas porque foi de uma leveza e uma profundidade que só li até hoje nos grandes poetas e mais apaixonados, por exemplo, Vinícius de Moraes.Você conseguiu me emocionar de tal forma que até chorei…(eu sou dessas que lê poesia e chora…ssr)….lindo de viveeeerrr e surpreendente. Você tem muitas facetas, já tinha visto seu lado crítico, humilde, palhaço, irônico….mas esse lado poeta romântico eu ainda não tinha percebido e de verdade eu adorei.Foi de uma fineza e de uma maturidade que por mais que eu fale talvez ainda não consiga explicar a sensação de ter lido. Eu não sei mais o que dizer…se falar mais vai parecer idiotice, mas é sério….ficou perfeito cada palavra, cada detalhe. Mil vezes parabéns. Mil vezes obrigada por nos trazer algo tão maravilhosamente divino. Abç

    Curtido por 2 pessoas

      1. Sou uma amante das poesias e do belo, quando uma poesia traz esta emoção ao meu coração, quando eu consigo sentir cada palavra como uma flecha na alma e essa agonia de morte, essa agonia da procura pela coisa procurada, essa nostalgia por vezes triste, mas tão alegremente triste e amada, odiosamente amada, rejeitada e tão absurdamente querida, não me resta mais nada a não ser curvar-se e reverenciar o autor. Não se sinta envaidecido pelos elogios merecidos, nós é que nos envaidecemos de ter um escritor tão completo assim, próximo de nós.O meu carinho de sempre.

        Curtido por 1 pessoa

  2. Suas palavra me encantaram sabia? *-*
    Uaaal! Esse trecho levantou os pelinhos do meu braço:
    “Teus olhos cabisbaixos levantados por um impulso contemplaram os meus e os tornaram teus.
    Passavas e não passou. E alguns ainda se perguntam se Deus existe enquanto eu decreto: Se Deus não existisse, como existirias Tu?”
    Não sabia que tinha talento poético, incrivelmente ma-ra-vi-lho-so! Meus mais que parabéns Wal, a cada dia que passa, sem exageros, te admiro mais e mais!
    Surpreendente. Sem mais.

    Curtido por 1 pessoa

  3. Meu Deus, acho que vou imprimir esse presente seu e o da Abá e pendurar num quadro para ler indefinidamente quando me sentir triste e incapaz. De verdade, Mayara, muito obrigado mesmo. E digo que a cada dia que passa, sem exageros, te admiro também mais e mais. ❤

    Curtido por 3 pessoas

    1. Obrigada pelo carinho, você sabe, é recíproco! ❤
      Mas…. só acredito se você disser que me perdoa pelo equívoco com seu nome! 😦
      Estou sentindo-me culpada, sério!

      Curtido por 2 pessoas

    1. Querida Laynne, suas palavras não só me enchem de orgulho como me alegram sobremaneira. Também não poderia deixar de te responder e agradecer. Agradeço muito mesmo esse carinho gostoso e sincero. Você e vocês são maravilhosas. Têm me premiado com paciência e carinho elevado. Um grande abraço, e muito, muito obrigado. ❤ 🙂

      Curtido por 1 pessoa

  4. Uau! Sublime, simplesmente sublime.
    Gostei particularmente do seguinte paradoxo: “alegre por alegrar com a tristeza que tão triste alegra”.
    Chamou minha atenção, também, a necessidade (eu diria: imperiosa) do acento diferencial em “déste”. Que se dane a ortografia, o contexto exigiu esse acento e vc não titubeou, parabéns.

    Curtido por 1 pessoa

  5. WLD, já aqui estão palavras alinhavadas com tanta qualidade que eu não tenho capacidade para acrescentar mais nada, não só ao que você escreveu, assim como a qualidade dos comentários aqui deixados. Se continuar a escrever, não só será um exercício inútil, como ainda corro o risco de não de me tornar fastidiosa.
    Um excelente fim de semana.
    Grande abraço,
    Mia

    Curtido por 1 pessoa

    1. Mi(nh)a querida amiga, o que você não acrescentou acabou por acrescentar e muito pra mim. De modo que, sem exageros, o fim de semana não seria o mesmo sem tua visita sempre ansiosamente esperada. Fazes-me rir sempre com teu humor inteligente, hoje fez-me rir de orgulho. Beijo e ótimo fim de semana pra ti e todos os teus neste país histórico e maravilhoso. 🙂

      Curtir

  6. O que posso dizer que todos não disseram? Incrivelmente belo, de um sentimento tocante. Esse tipo de amor raro, um amor que toma a mente a carne e a alma e que somente alguns tem o privilégio de sentir. Se não o sentes e o detalhou tão primorosamente , não sei o que pensar! Creio que quando não sentimos mas escrevemos é porque algo dentro de nós busca, anseia, sonha e até delira! AMEI!!!!

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s