Microconto

O Viciado em Palavrão (Microconto?)

Figura1

 

Doutor Pinto, não aguento mais falar tanto palavrão, cacete. Ninguém mais me suporta. Meu blog, hoje, virou um festival de bosta, caralho. Puta que pariu, vou perder seguidores, bosta, toma no cu.

Calma jovem, tudo tem conserto. Não se desespere. Vamos tentar vários métodos. Não garanto que vá ser rápido. Mas uma hora você vai se ver livre disso, garanto.

Dr. Pica, opa, Pinto. Mas não dá pra esperar, porra. To me desgastando, meus relacionamentos estão se deteriorando, (Vai si fudê). E tem hora que acaba meu repertório, aí fico irado porque vou ter que repetir, caralho, cu, bosta, merda, cuzao, viado, corno, puta, cacaralho. Mas, ontem, felizmente, bicha, quero dizer Doutor, tive uma ideia.

Qual meu jovem?

Falar palavrão em outras línguas. Usar o translate do Google, e aprender palavrão até em árabe. Peraí, vou usar meu smart.  Hum, kedi em turco. Kočička em checo. Cipki em polonês. Coño em espanhol. Fitte em norueguês. Fisse em dinamarquês (Será que são parentes os dinamarqueses e noruegueses, e será que usaram Fisse pra lembrar da fissura?) Uai, acho que esse tradutor ta com problema, doutor, em latim é pussy mesmo, pensei que era em inglês? Mas doutor, você ta rindo? Vou te matar, sua sua, já falei bicha? Sua puta. Peraí, deixa ver isso em turco. Seu? Fahişe. Como é que pronuncia isto, faisão, faísca?

Calma, Calma meu querido. Já experimentou ioga. Pilates também é bom contra estresse. Você pode fazer caminhadas mais regulares. Olhar para o céu. Ver as estrelas. Meu jovem, a vida é bela. Veja esses blogs do WordPress que postam imagens belíssimas. Cheias de mensagens inspiradoras, não aquelas postagens do Facebook cheias de crianças desnutridas e anomalias congênitas, mas postagens que faz você se sentir flutuando. Principalmente quando está enrolando o patrão, fingindo que trabalha. Concentre-se nisso e também, ao sair do trabalho, na harmonia da natureza, no canto dos pássaros. Nas coisas boas da vida. Você é assinante da Playboy? Se não for, assine. E se não gostar, veja vídeos pornô. Kid bengala é muito bom. Excelente ator.

Doutor cu, o senhor é um bosta? Sou casado. Que horror. Mas é muito cuzao. Vai se foder, doutor. Eu fazendo ioga? O caralho. Broxa. Bunda mole. Panaca. Tem mulher, viado. Vou lá visitar ela, Zé Ruela, mostrar o que é homem de verdade, petista, argentino, Lula, FHC, PSOL, Juvenal (meu vizinho).

Ta, ta, ta. Para, vagabundo, safado, delinquente. Vadio, bicha, marginal, bandido, maconheiro, energúmeno, imbecil, sacrílego, bostinha, merdona, filho de rapariga, rufino do cu rasgado, corno, corninho, cornao, vigarista, ladrão, evangélico, ateu, católico, hindu, budista. Some do meu consultório, filho da puta, terrorista, desgraçado. Cara de xeca, xereca, xoxota, xibiu, mandioca, pica e pau. Idiota e imbecil. Fuck you. Shit. Desova, desova!

Nossa Doutor. Estou curado. Foi tão feio ver o Senhor falando assim que deu vergonha alheia. Nunca mais falo ou escrevo um palavrão na vida. Agora vou ser WLD, não o Exilado e, sim, O Anjo. Obrigado, muito obrigado, Doutor Piroca Pinto Aquino Rego da sua mãe.


Enquanto o autor escrevia isso, na vida real, o Patrão, ao se sentar, diz:

Escravo, ops, Waldir. Cadê aquele relatório que há semanas te peço, hein?
E você aí enfiado nesse, como é mesmo o nome, wordpressa. presta, não presta.

Ladrão, ops, Patrão, está bem no meio da sua bunda.

O quê? Enlouqueceu, você acha que por ter muitos anos eu não te demito?

Calma, Patrão. Você acabou de sentar em cima dele, está aí nesse envelope pardo.

Ah bom, ah bom. Mas olha, da próxima vez, avisa, viu? Avisa, burro, ops, querido Waldir. Feliz Ano Novo, mas trabalhando, viu. Vou precisar de você no dia primeiro pra ajudar lavar isso daqui. Vai ter hora extra dobrada. Tchau.

Anúncios

21 comentários em “O Viciado em Palavrão (Microconto?)

  1. Ai Waldir, só tú mismo para me fazer rir. Confesso que não SUPORTO palavrão. Sou do tipo que aos 37 anos ainda espera que a mãe apareça do nada e me dê na boca quando escapa um palavrão. Aqui na Espanha é uma prática muito comum, inclusive a mulherada é bem boca suja, mas tu querido amigo conseguiste o Guiness. 🙂

    Curtido por 1 pessoa

    1. Baita elogio, Claudine. Pois sei não só da sua polidez como a de todos os que curtiram e comentaram. Fico feliz que tenha seguidores bem-humorados para levar na esportiva brincadeiras sem outra intenção a não ser fazer rir. Se fiz, estou contente por alcançar exatamente o que queria. Forte abraço.

      Curtido por 1 pessoa

    1. (Cacete), Mestre. Assim você me enrubesce. hehe. Já estava com saudades. Você falou dia 03 ou dia 06. Olha, não nos mate do coração. Pensei que tinha decidido ficar de vez no Cafundó. rs. Abraço, querido Teacher. Seja bem-vindo de volta.

      Curtido por 1 pessoa

      1. É, meu caro amigo, era pra ter voltado anteontem, mas vc pode imaginar o quanto de trabalho atrasado me esperava aqui na Redação, rs. Já vi, por cima, que vc manteve o pique durante todo esse período. E com material excelente. Lerei com calma, tentando administrar o tempo por aqui. Obrigado! Abração!

        Curtido por 1 pessoa

  2. Estou processando ainda os palavrões! kkkkkkkkkkkk
    Eu raramente solto uns.. precisa me tirar muuuuito do sério, geralmente os meus são destinados a minha falta de paciência com os objetos: o celular que trava bem no meio de uma conversa, a página da web que cai depois de eu ter feito aquele imenso comentário, o livro que escapa das minhas mãos rumo a minha testa durante a leitura e eu perco a página onde estava…… HUAHHUSHUHAUHSUHSUHUSH
    Entendi sua mensagem, mas agora vamos fazer uma meditação ok? HAHHAHAH
    Beijitos =*

    Curtido por 1 pessoa

    1. Bota meditação. Bem essa do livro na testa merece um post. Quem faz isso, também bate canela em quina de cama, compra coisas e depois no caixa vê que esqueceu o dinheiro em casa. Dorme falando, dirige mal, quebra muito copo, tropeça na rua, não reconhece amigos do lado, sai com roupa pelo avesso ou com a barguilha aberta. To brincando, esse não só derruba livros na testa, derruba café nos livros e depois quando tenta secar estraga-os completamente. Alguém aí. Não posso contar.

      Curtido por 1 pessoa

      1. Bater canela em quina de cama: Positivo.
        Comprar coisas e depois no caixa vê que esqueceu o $$ em casa: Negativo, sou extremamente responsável. hihi
        Falar dormindo: (droga) Positivo.
        Dirigir mal: ¬¬ Eu não dirijo mal, e mais: dirijo melhor que muito homem barbado por aí. run | Agora estacionar…. Estou melhorando, mas nunca bati em ninguém ;D
        Quebrar copos: Negativo. Nesse aspecto sou/tento ser mais cuidadosa.
        Tropeçar na rua: KKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKK Positivo 😦
        Não reconhecer amigos do lado: Negativo.
        Sair com roupa pelo avesso ou… POSITIVO! HAHAHHAH, esses dias fui na costureira, tirei minha roupa para ver as medidas da que ia ser arrumada e adivinha quem foi com o shorts embora aos contrários? Só percebi quando tava indo pro carro……….
        Quanto ao café… não tomo café. E tenho aflição de que alguém comendo/bebendo chegue perto dos meus livros! HASUASHUHSUHASUH
        Queeeem? Sua esposa? Sou curiosa desembucha .-.

        Curtido por 1 pessoa

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s