Notícias · Tutoriais

10 Reais por dia na Amazon para comprar E-books

banner

Definitivamente, não sei quanto aos outros, mas nunca vi Empresa mais agressiva em toda a minha vida igual a Amazon. Antes de qualquer coisa, é bom dizer que não estou ganhando dinheiro algum da Amazon para fazer essa “publicidade”. Mas se tivesse, não haveria mal algum, não é mesmo? Quero, no entanto, apenas compartilhar os benefícios de ser cliente da mesma com meus colegas. Esse texto é de um cliente embasbacado mesmo, sem maiores interesses que ter outros beneficiados iguais a mim. O tratamento que tenho tido dessa loja desde que comecei no Universo dos e-books (livros digitais) é tão anos-luz das demais lojas das quais sou cliente que só pensar em comparar já se configura uma injustiça. Por isso, nos parágrafos abaixo vai um breve resumo dessa relação para que melhor me compreendam.

Comprei meu Kindle (leitor de livros digitais da Amazon) há quase dois anos. Sobre a experiência, leiam, por favor, esse texto. Não deixei de ler livros físicos. Continuam sendo minha preferência. Mas leio também livros digitais, e tem sido de grande valor o aparelho para ler textos web, inclusive artigos aqui do WordPress (detesto ler no PC ou Note por causa da luz que emitem). Desde a compra desse aparelho, passei a comprar e-books da loja a preços sempre muito menores que os de quaisquer livrarias nacionais. E também não poderia comprar de outras, e essa é uma das poucas desvantagens do Kindle. Isto é, só é possível comprar e-books para ele na Amazon, por causa do formato vendido nas outras lojas não ser aceito por ele. O que não demonstrou ser desvantagem. Pois além da Amazon ter mais e-books que as outras, é quase impossível encontrar preços menores nas outras lojas. E fiz diversas pesquisas para constatar essa realidade, não falo por algum tipo de fanatismo cego.

Contudo, a Amazon brasileira passou a oferecer também livros físicos. E novamente fui surpreendido por preços fora da realidade editorial brasileira. Cheguei a comprar livros por R$ 6,00. Livros que nas outras lojas custavam mais de R$ 30,00. Além disso, o frete que cobravam no inicio era de 1,90 (agora é R$ 6,90, ainda muito barato). E quem mora distante das capitais sabe o que representa o valor do frete na compra de livros, muitas vezes sendo mais caro que o livro que estamos querendo comprar. Mas não parou por aí. Tive alguns problemas com os Correios da minha cidade. Problemas com o Endereço. E esqueci de colocar um complemento no endereço de entrega num pedido que havia feito dias antes na Amazon BR. Entrei em contato pelo Fale Conosco do site. Sem esperança de ser atendido a tempo de poder fazer alguma coisa para que o pedido não voltasse. Pois, geralmente, quando usei canais de lojas online para resolver qualquer problema, a resposta voltava em média depois de três dias no meu e-mail. Para meu espanto, duas horas depois de fazer o contato pelo espaço de atendimento da loja, recebi retorno da Amazon BR. Mas não foi por e-mail e, sim, por telefone!

Pedindo dados adicionais, e prometendo tudo o que fosse possível para que meu pedido não retornasse. Fiquei estupefato. Surpreso, mais ainda porque esse pedido era de um livro que havia comprado na promoção por uns dez reais. Ou seja, se queriam me conquistar, tinham conseguido. Não bastasse tudo isso, o processo de envio é o mais rápido que já experimentei. Comprei em diversas lojas e a grande maioria demorava sempre um ou dois dias para processar, embalar, emitir nota fiscal e enviar o pedido. Algumas demoravam até três dias. Na Amazon BR, sempre que comprei, exceto uma vez, o produto já se encontrava com código de rastreio horas depois de finalizado o pedido. Quase sempre no mesmo dia. Comprei até mesmo em Black Friday, e foi da mesma forma. Uma vez chegaram a postar o pedido na transportadora em final de semana. Um absurdo no Brasil, certamente.

Mas outro aspecto diferenciado é o tipo de entrega. A transportadora posta o pedido nos Correios da Capital do meu estado (não sei como funciona nos demais). Aqui a transportadora não entrega no interior, mas, pasmem, postam na capital para entregar em minha cidade em SEDEX. Não sei que tipo de contrato maluco é esse, mas cobrar R$ 1,90 no início e, mesmo agora, R$ 6,90, para postar qualquer coisa em SEDEX, depois de ter pago também a transportadora é loucura. Certamente que R$ 6,90 não paga metade desses custos  Mas essa empresa é movida pela loucura mesmo. Faz tudo o que for possível para que o cliente não saia mais dela, nunca mais. Disso tenho certeza. E para provar isso vou narrar o que ela está aprontando no Natal, além dos preços baixos.

A Amazon BR está dando R$ 10,00 por dia para os clientes desde o início da semana até o Natal para gastarem com e-books selecionados de uma editora. É óbvio que eu fui ver como tirar proveito desses presentes. Há uma página em que o cliente pode escolher e-books selecionados onde pode aplicar o desconto. Se o e-book que o cliente quer for participante da promoção e custar menos ou até dez reais, o cliente “compra” o e-book sem, na verdade, ter comprado. Isso mesmo. O cupom é pra ser usado, não para desconto somente, ele é moeda. Se o e-book custar mais de dez reais, o cliente pagará a diferença. Ontem a editora selecionada era a Leya. Cada dia é uma editora, mas só descobri ontem, infelizmente. A promoção está ativa desde o dia 20 deste mês (domingo).

Ontem eu achei um e-book que queria e apliquei o desconto para comprá-lo de maneira errada. Nem sei o que fiz, sei que devo ter cancelado meu cupom. Não pude finalizar, então, a compra. Entrei em contato com a loja explicando o ocorrido. Prontamente atendido. Mas a loja não quis me dar o cupom somente para comprar livros para a editora do dia. Agiu como se fosse ela que tivesse cometido o erro e me deu outro cupom para usar no site inteiro. Comprasse o que quisesse e o título de qualquer editora que achasse melhor. Alguém lá deve gostar bastante de mim, não é possível…

Mas, enfim, antes que comece a parecer puxa-saco, explico aos meus amigos como ser cliente da loja, se quiserem, e como ser beneficiado por essa promoção, mesmo se não tiver leitor digital. Pois o e-book comprado lá pode ser baixado para o computador, notebook, Tablet e celular. Para todos esses dispositivos há um aplicativo de leitura da Amazon. Mesmo se o seu celular for Windows Phone. Além da promoção em si nesta época de natal, será bom ser cliente da loja pelo fato de haver quase três mil e-books grátis em português para acesso imediato. E se você souber inglês, está feito. Deve ter mais de 50 mil obras grátis em inglês. Ou seja, nada há a perder, só a ganhar. Sem falar nas promoções que eles fazem. Só a título de exemplo, O Diário de Anne Frank comprei por dois reais e alguns centavos em uma promoção. Para usufruir desses benefícios, basta se cadastrar, não sei se precisa cadastrar um cartão para comprar, não lembro, mas se precisar, pode cadastrar sem medo, é totalmente seguro. Tenho meus lá e nunca vi qualquer cobrança fora do comum. Os passos são estes abaixo:

 1 – Criar o cadastro na loja aqui

cadastro

2 – Após criado o cadastro e (talvez) inserido o Cartão de Crédito (não se preocupe, é seguro),  é bom já baixar o aplicativo para seu dispositivo que pretende ler, seja PC, Note, Tablet, Celular, para que quando for finalizar os pedidos, apareça a opção de enviar para o dispositivo, tornando desnecessário ter que realizar download manual. Mas, se quiser, poderá também baixar depois ou ainda, ler em nuvem. Eu ainda não testei, mas provavelmente é carregar o arquivo em página web sem a necessidade de baixá-lo. Mas se quiser ter o aplicativo de leitura, basta acessar esse link aqui. Kindle app Leitura e escolher o sistema correspondente.

3 – A página de presentes diários até o Natal você acessa neste link: Presente. Todos os títulos dessa página estão aptos a obter o desconto pela inserção do cupom. No entanto, por todo dia ser uma editora diferente, pode ser que amanhã o link esteja inválido. Após feita a escolha do e-book, isto é, clicado no item, você será direcionado para uma página individual como esta abaixo:

cadastro 1

4 – Onde coloquei o destaque quadriculado em vermelho (cupom de desconto) será onde deverá clicar para digitar o código do cupom e aplicar o desconto ao pedido. Após clicar, aparecerá a tela como a que está abaixo:

cadastro 2

5 – Depois de digitado o código do cupom e clicado no botão “Cadastrar”, (o código é bem simples, o de hoje, por exemplo, é Ediouro10), esse desconto será aplicado ao item e quando for clicar para comprar e finalizar o pedido, o desconto será aplicado. Se  o produto for mais caro, deverá pagar a diferença pelo seu cartão, e se for de valor igual ou inferior ao desconto, ele já estará pronto para ser enviado ao seu dispositivo leitor ou para ser lido em nuvem. Reveja o Passo 2.

Bem, é isso, espero que gostem e façam boas compras. A promoção ainda durará até o dia 25. Amanhã será dado o presente para e-books selecionados da Editora Globo, e no dia 25 será a vez da Companhia das Letras. Eu até agora consegui “comprar” dois com esses presentes.

Um é o “Grandes Esperanças” de Charles Dickens, edição bilíngue (não sei pra quê, pois mal sei o português).

221122015583637

e o outro é O Seminarista de Rubem Fonseca.

41wZ0L1lFfL._AA324_PIkin4,BottomRight,-55,22_AA300_SH20_OU32_

Ambos eu não paguei diferença alguma, estavam abaixo de R$ 10,00, então, saiu de graça. Espero amanhã e no dia 25 conseguir mais algum “na faixa”, ou pelo menos gastar um “pouquinho” só, pois sou absolutamente avarento. Ao mesmo tempo, um consumista. Pode haver maior paradoxo que alguém ser um avarento consumista?

Abraço a todos os amigos, e espero que tenha sido útil e claro o texto sem ser cansativo.

Anúncios

8 comentários em “10 Reais por dia na Amazon para comprar E-books

  1. Bem interessante seu relato, mas confesso que meu apego ao livro-papel é mais forte. Já baixei e-books em PDF – que nunca li. Sei das vantagens, principalmente esvaziaria minhas estantes, não acumula poeira e traça mas… a força do hábito não é fácil. De qualquer modo, gostei dessa do “avarento consumista” – e acho que vc não é o único. É comprar vários livros, mas nos menores preços possíveis. Conheço bem esse paradoxo, rs. Quanto ao Rubem Fonseca, uma curiosidade: li alhures que, nos anos 60, ele era ligado aos setores então chamados de “golpistas” (que tal?). Lamento que ele nunca tenha escrito uma autobiografia, para relatar, sob seu ponto de vista, o que testemunhou – ainda mais na condição de delegado da polícia civil. Mas se não temos as memórias de Rubem Fonseca, temos as biografias de Neymar, Luísa Ambiel etc. Um forte abraço, meu amigo, e uma boa noite!

    Curtido por 1 pessoa

    1. Eu também, caro Laercio. Não há como abandonar os livros. Compro ebooks que geralmente não quero ou não faço questão de ter o físico na estante. Aqueles que provavelmente não lerei nunca duas vezes. No entanto, não sei se já experimentou o Kindle. A tela parece mesmo papel. É impressionante. Surpreendi-me positivamente. Há uma função para navegador que envia qualquer texto web para ler nele. Isso também tem-me sido valioso, principalmente para textos longos, porque detesto ler no pc. Outra vantagem do Kindle é o tamanho e poder ler em qualquer lugar, livros gigantescos que seria um transtorno levar. (Olha eu fazendo propaganda) hehe. Creio que o Kindle não veio para competir, mas agregar. Livros físicos são invencíveis. Não tem jeito. Acho que nunca vou deixá-los. Sobre Rubem Fonseca, obrigado por essa breve aulinha. Depois que falou fui dar uma pesquisada. Laercio, interessantíssimo. Compactuo com a sua frustração. Seria bom uma biografia desse moço. Estes “golpistas” sãobem interessantes, rsrs. Abraço, amigo, boa ceia. E desejo força com cunhados, sobrinhos, primos e afins, qualquer coisa, faça como eu, compre ovos, muitos ovos e kisuco.

      Curtido por 1 pessoa

      1. Bom dia, meu caro amigo. Esqueci de comentar ontem que não achei que seu “post” foi propaganda, mas sim uma matéria de utilidade pública. Porque não se limitou a dizer que é bom, mas esclarecer o funcionamento etc. e tal. Gostei bastante. (Se este comentário atrapalhar alguma possibilidade de comissão da Amazon, pode deletar, he he he…) Sobre Rubem Fonseca, lembrei-me: ele era o roteirista do IPES! O IPES era o “think tank” conservador (ou “golpista”, se preferir, rs) organizado pelo Golbery. RF escrevia lá roteiros para filmes anti-comunistas. Pombas, então o cara estava numa posição super-privilegiada e, contando com sua inegável competência literária, teria plenas condições de escrever memórias muito interessantes sobre o que viveu naquele conturbado período. No entanto, prefere a ficção. Sua única incursão foi o romance histórico “Agosto”, sobre Vargas. Claro que em perspectiva anti-varguista. Enfim… Quanto à sugestão final, excelente. Vou passar no mercadinho e raspar a prateleira de kisuco. Vai ter que sobrar inclusive para o reveillon: vamos estourar uma cidra feita de kisuco e água com gás, rs. Um forte abraço, meu amigo, e FELIZ NATAL!

        Curtido por 1 pessoa

        1. Pra ti também, Mestre Laércio. Esse Agosto eu li há algum tempo. Por sinal, muito bom. Não o tenho, li aqui de uma biblioteca. Época de avareza sem consumismo porque não tinha mesmo como ter, se é que me entende. Em Agosto eu percebi que para escrever daquele jeito tinha que ter conhecimento de causa. Mas não me aprofundei no autor. E li um mais recente, Amálgama. Este parece ter sido premiado. Não há duvida de que é bom. Um dos melhores atualmente a escrever nesta ilha. Quando vi aquele Seminarista lá disponível, não pensei duas vezes. Forte abraço, meu caro.

          Curtido por 1 pessoa

          1. Li dele “Vastas emoções e pensamentos imperfeitos”. Agradou-me na época, mas creio que hoje não me agradaria mais, não sei. O que realmente me marcou foi a leitura de alguns contos, como “O cobrador” e “Feliz ano novo”. Se puder, procure na web esses dois contos. São muito violentos. Violência literal. Um forte abraço!

            Curtido por 1 pessoa

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s